Mensagem da semana

Publicado há 1 dia

Não julgueis

Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. (Mateus Cap. VII vv.1 e 2)

Não penseis que as hecatombes que tens sofrido na tua vida presente sejam apenas uma coincidência, injustiça Divina, ou uma falta de sorte de tua parte.

Os versículos acima são palavras de Jesus e Ele vos deixou bem claro que tudo o que fizeres ou desejares ao teu próximo retrogradará para ti.

Recorda que tua vida presente é apenas mais uma das incontáveis reencarnações que tiveste ao longo da vida de teu Espírito.

As agonias, ou as injustiças que hoje vivencias são apenas a resposta de tudo o que fizeste ao teu próximo em vidas pretéritas.

Se não há como reverter a situação da dor do presente, há como evitar a agonia de vidas futuras fazendo todo bem possível ao teu próximo, não o julgando ou não o condenando, pois que tu estás na mesma condição de espírito em reparação que a do teu adversário.

Procura viver tua vida, por mais penosa que ela seja, com dignidade e acreditando sempre na justiça Divina e nas palavras do Mestre Jesus.

Ignora as faltas alheias, repara um tanto mais as tuas. Viva cada dia de tua vida com dignidade sem julgar teu próximo, pois que tudo o que fizeres a ele retroagirá para ti.

Auxilie sempre sem julgar. Esteja certo de que a vida que teus adversários estão vivendo é a vida que são merecedores. Se a ignorância ainda os ladeia é porque são menos esclarecidos que tu.

Saiba ainda que Deus criou os fortes para auxiliar os fracos, os sábios para orientar os menos esclarecidos e criou a ti com o único propósito de caminhar incessante rumo a perfeição. No entanto se te ocupares reparando e acusando teu adversário estará te igualando a ele e ficará preso na jornada do tempo resgatando teus débitos.

Faça o melhor que te for possível. Siga os ensinamentos de Jesus colocando os em prática para que tua jornada não seja interrompida com mais uma vida reparatória no porvir de tua longa jornada.

Procura substituir o julgamento de teu próximo por oração fervorosa para que ele também possa conquistar a sabedoria e abandonar a ignorância.

Tu podes, tu és capaz. És filho de Deus e Ele deseja a ti todo bem possível tanto quanto deseja àqueles que são menos esclarecidos que tu.

Perdoe, ignore e siga sempre a frente. Não percas o teu precioso tempo reparando falhas que não raro tu mesmo as cometes.

Não julgueis para que não sejais julgados.

Pelo espírito Dr. Neto
psicografado pelo médium José Alves de Sousa


Temas relacionados: auto-avaliação próximo julgamento

Gostaria de receber as mensagens?

Se inscreva, e receba sempre uma nova mensagem no seu email.