Mensagem

Publicado há 10 meses

Ninguém é inocente

Tu tens presenciado as eminentes catástrofes desoladoras que atingem o teu planeta.

Se tens lido o evangelho, se verdadeiramente crê nos ensinamentos do Cristo deves observar os dizeres do capítulo vinte e quatro de Mateus.

Observe também no mesmo capítulo no versículo trinta e cinco quando Jesus afirma que passará o céu e a terra, mas que as palavras dele não passariam. No capítulo citado Jesus vos adverte da necessidade das catástrofes naturais causada pelo descaso e ganância dos encarnados, e das mortes em massa por discórdias ou acidentes inesperados.

Se tens acompanhado os acontecimentos do planeta, com certeza tens observado que uma suposta migração tem acontecido todos os dias.

Creia que nenhum daqueles que partem inesperadamente sejam inocentes. Em muitos deles não conseguem encontrar nenhuma culpa, no entanto não se esqueçam de que o Espírito é imortal e já tiveram incontáveis vidas no pretérito. Portanto é chegado o momento da grande desolação alertada por Jesus.

Orem por aqueles que se foram, mas não se esqueçam daqueles que ficaram. É necessário que tudo aconteça para que se cumpra as palavras de Jesus.

Tu anseias para que teu mundo entre na fase regeneradora, assim sendo a regeneração é a reforma do planeta e toda reforma pode causar desordem e abalar teus habitantes.

Trabalhe um tanto mais, procura observar com mais atenção os ensinamentos de Jesus para não pereceres nos dias finais. Ainda há tempo, mas se apresse. Recorde mais uma vez que nenhum dos habitantes da terra são inocentes e todos estão passando por provas e expiação.

Todo aquele que perseverar na fé, na humildade e que trabalhar sem visar recompensa na terra, certamente será salvo dos eminentes abalos que o planeta está experimentando e ainda experimentará.

Mais uma vez alertamos, mude tuas atitudes, ore com mais fé em Deus, trabalhe com mais vontade, perdoe teus algozes e siga em frente para te tornares um vencedor.


Pelo espírito Nohovan
psicografado pelo médium José Alves de Sousa


Temas relacionados: atitude regeneração catástrofes

Gostaria de receber as mensagens?

Se inscreva, e receba sempre uma nova mensagem no seu email.