Mensagem

Publicado há 1 mês

Pedir a Deus

“Pedi e vos será dado; buscai, e achareis; batei e vos será aberto.” (Mateus Cap. VII v.7)

“Em verdade ainda vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na Terra sobre qualquer coisa que queiram pedir, isso lhes será concedido por meu Pai que está nos céus.” (Mateus Cap. XVIII v.19)

Analisemos antes essa máxima na qual a referência de “qualquer coisa” deve estar dentro das leis morais, e que esse pedido seja beneficente para ambos. Se não há ódio nos corações e se o pedido é beneficente para o progresso de vossas almas.

Está escrito e dito por Jesus que tudo o que pedirmos a Deus nos será concedido. No entanto não devemos nos esquecer de que nosso pedido somente nos será concedido se ele for justo. Se Deus é justo e bom, Ele jamais irá nos atender quando pedirmos para nos livrar de um fardo se o mesmo for reparatório, ou se houver ódio em nosso coração.

Observe antes de pedir, se teu pedido está sendo justo, se verdadeiramente desejaria para ti o que está pedindo a Deus por teu semelhante. Jesus disse ainda “E tudo o que pedirdes com fé, em oração, vós o recebereis.” (Mateus Cap. XXI v.22) No entanto devemos lembrar também que aquele a quem odiamos é também filho de Deus, e Ele com todo teu amor jamais permitirás o mal àquele a que odiamos.

Se na oração do Pai nosso, a única que Jesus nos ensinou, está escrito: “E perdoa-nos as nossas dívidas como também nós perdoamos aos nossos devedores.” Queres o perdão das ofensas, no entanto não perdoas teus ofensores. Conseguirás por ventura o perdão?

Jesus completou a oração afirmando quanto a necessidade do perdão quando disse: “Pois, se perdoardes aos homens os seus delitos, também vosso Pai Celeste vos perdoará; mas se não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará vossos delitos.” (Mateus Cap. VI vv.14,15)

Faça uma análise em tua consciência e pergunta a ti mesmo se estás apto a receber o perdão de Deus pelas vossas ofensas.

Não percas o precioso tempo se opondo ao perdão. Não estás consciente de que o tempo passa célere e não sabeis quando serás chamado para a vida espiritual?

Pretende por ventura permanecer nas malhas do umbral por falta de perdão ou compreensão? Observe que Jesus também falou a esse respeito e disse: “Assume logo uma atitude conciliadora com o teu adversário, enquanto estás com ele no caminho, para não acontecer que o adversário te entregue ao juiz e o juiz ao guarda e, assim, sejas lançado na prisão. Em verdade te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo.” (Mateus Cap. V vv.25,26)

Não esperes pela dor ainda maior a que vivencias. Aproveite das oportunidades que a ti são oferecidas e perdoa, cale se necessário. No entanto se tu sabes que a vida continua após a morte física, o que está esperando?


Pelo espírito Sírius
psicografado pelo médium José Alves de Sousa


Temas relacionados: atitude oração perdão

Gostaria de receber as mensagens?

Se inscreva, e receba sempre uma nova mensagem no seu email.